Dados do TSE apontam prefeitos reeleitos em seis capitais

Beto Richa, do PSDB, foi o primeiro prefeito eleito entre as capitais do País neste domingo, com 77% dos votos

Da Redação,

05 de outubro de 2008 | 20h12

  Resultados de pesquisas de boca-de-urna e a apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o momento mostram o cenário das prefeituras das capitais do Brasil nos próximos quatro anos. Em São Paulo e Belo Horizonte, as pesquisas indicam que haverá segundo turno.  Veja Também: Cobertura completa das eleições 2008 Especial: Perfil dos candidatos Eu prometo: Veja as promessas de campanha dos candidatos TSE registra 168 prisões e casos de 509 irregularidades Imagens da votação pelo Brasil  Em algumas cidades o resultado já está definido, entre elas, seis capitais. O prefeito Beto Richa (PSDB) obteve uma vitória folgada nas eleições municipais de Curitiba (PR) e se tornou o primeiro prefeito eleito do País neste domingo, 5. Ele conquistou 62,04% dos votos, enquanto o segundo lugar, Gleisi Hoffmann (PT), obteve 14,59. Com 99,04% dos votos apurados, Raul Filho (PT) foi reeleito prefeito de Palmas (TO). O petista lidera com 44,57% dos votos válidos, seguido de Marcelo Lelis (PV), com 33,23%, segundo dados do TSE. Nilmar Ruiz (DEM) aparece em terceiro lugar, com 21,32% dos votos. Palmas é uma das duas únicas capitais brasileiras onde não ocorre segundo turno. O prefeito de Vitória, Espírito Santo, João Coser (PT), foi reeleito com 65,01% dos 99,14% dos votos válidos apurados. Em segundo lugar ficou Luciano Rezende (PPS), com 31,79%. Em seguida ficaram Bernardo Teteco (PRTB), com 1,96%; Carlão (PSOL), com 1,10% e Avelar (PCO), com 0,15%. O atual prefeito de João Pessoa, na Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), foi reeleito com 74,10% dos votos com 79,96% das urnas apuradas. Em segundo lugar ficou João Gonçalves (PSDB), com 22,72%. Em seguida vieram Barreto (PTN), com 1,80%; Marcos Dias (PSOL), com 0,64%; Lourdes Sarmento, com 0,50% e Professor José Rodrigues (PHS), com 0,23%. Com 80% das urnas apuradas, o candidato à Prefeitura de Campo Grande, Nelson Trad (PMDB), foi reeleito com 71,40% dos votos. O segundo colocado na disputa era Pedro Teruel (PT), com 23,24%, seguido por Iara Costa (PMN), com 3,84%. Os candidatos Henrique Martini (PSOL) e Suél do PSTU não chegaram a 1 % dos votos.  Com 99,67% dos votos apurados, o atual prefeito Edvaldo Nogueira, do PC do B, conseguiu a reeleição em Aracaju, com 51,72% do votos. Em segundo lugar ficou Mendonça Prado (DEM) com 21,73%. Almeida (PMDB) terminou com 17,73%, Anderson Gois, do PCB, com 5,47% e Vera Lúcia, do PSTU, com 3,35%. Segundo Turno Três capitais já têm definidas as disputas para o segundo turno. O candidato do PV à Prefeitura do Rio, Fernando Gabeira, conseguiu a segunda posição na corrida pelo segundo turno com 25,48% dos votos válidos e irá enfrentar o líder nas pesquisas, Eduardo Paes (PMDB), que teve 32,17% dos votos válidos.  Com 84,15% das urnas apuradas, os candidatos João Carneiro (PMDB) e Walter Pinheiro (PT) definiram a disputa do segundo turno pela Prefeitura de Salvador. ACN Neto, candidato do DEM, aparece na terceira posição com 26,86% dos votos válidos e está fora da eleição. Segundo o TSE, Carneiro tem 30,82%. Pinheiro aparece em segundo lugar com pequena diferença em relação ao primeiro colocado, 29,98%. O TSE confirmou ainda que em Florianópolis (SC), haverá segundo turno entre Dário Berger (PMDB), com 31,01% dos votos válidos, e Esperidião Amin (PP), com 19,89%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.