Cunhado de Orlando deixa comando de pasta em Campinas

Petta nega relação com denúncias envolvendo ministro e diz que saída foi decidida pelo PC do B por questões locais

TATIANA FÁVARO / CAMPINAS, O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2011 | 03h06

O prefeito de Campinas, Pedro Serafim Júnior (PDT), exonerou o secretário de Esportes e Lazer, Gustavo Petta, filiado ao PC do B e cunhado do ministro Orlando Silva. A exoneração foi publicada ontem no Diário Oficial do Município. Serafim Júnior assumiu a prefeitura na sexta-feira, no lugar de Demétrio Vilagra (PT), afastado temporariamente pela Câmara, enquanto durar a Comissão Processante que vai apurar suposto envolvimento do petista em esquema de corrupção da Sanasa, empresa de saneamento de Campinas.

Petta sustentou que a decisão de entregar os cargos foi tomada pelo PC do B na quinta-feira à noite e informada ao novo prefeito na sexta-feira. E negou relação com as denúncias de esquema de propina no programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte.

O PC do B de Campinas divulgou em nota que a decisão foi pautada exclusivamente pela conjuntura municipal. "Eu encarei a exoneração como algo natural", disse Petta ontem ao Estado. "Tentar ligar isso à conjuntura do ministro do Esporte é forçar a barra."

A Câmara de Campinas aprovara na quarta-feira requerimento de convocação de Petta para prestar esclarecimentos sobre recebimento e repasse de verbas do Ministério do Esporte nos últimos cinco anos. O autor dos requerimentos, vereador Campos Filho (DEM), afirmou ontem que mesmo fora do cargo o ex-secretário fica "convidado" a dar sua versão.

Campanha. Conforme revelou o Estado no sábado, Ana Cristina Lemos Petta, mulher de Orlando Silva e irmã do ex-secretário, é dona da empresa Hermana, que manteve contrato com a ONG Via BR, entidade comandada por filiados do PC do B. A Via BR subcontratou também a empresa Contra Regras Arquitetura e Desenvolvimento de Projetos - que recebeu da União R$ 105 mil, por meio dos dois convênios. A Contra Regras também participou da campanha de Petta a deputado pelo PC do B, no ano passado. A empresa doou os serviços para Petta. Campinas foi o terceiro no ranking dos municípios que mais receberam dinheiro do Esporte neste ano (R$ 4,9 milhões).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.