Corregedoria do MP de Goiás vai apurar 'falta funcional'

A Corregedoria do Ministério Público de Goiás vai instaurar, após a publicação da decisão do plenário do Senado, procedimento disciplinar para investigar "eventual falta funcional" de Demóstenes Torres. Demóstenes se licenciou do MP goiano em 2001 quando ocupava o cargo de procurador-geral de Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.