CORREÇÃO

Diferentemente do publicado ontem na reportagem "Dilma abre a porta para sindicalistas e prepara medidas de reaproximação", Ricardo Patah, presidente da UGT, é filiado ao PSD, e não ao DEM. A reportagem também informou erroneamente que a marcha das centrais em Brasília ocorreria hoje. Na verdade, ela está marcada para amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.