Correção: Carioca rejeita 'onda Gabeira' e elege Paes

A nota enviada anteriormente continha um erro de grafia no título. O texto estava correto e segue novamente:O peemedebista Eduardo Paes é o novo prefeito eleito do Rio de Janeiro, eleito com 50,8% dos votos válidos, segundo dados preliminares do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A apuração na capital fluminense foi rápida: em cerca de duas horas estava definido o pleito mais disputado deste segundo turno das eleições municipais. Paes conquistou cerca de 50 mil votos a mais que o candidato do Partido Verde, Fernando Gabeira, que obteve 49,2% da preferência do eleitorado. Com 99,3% das urnas totalizadas, segundo boletim do TSE divulgado às 19h15, o índice de abstenção era de 20,2%. Os votos nulos somavam 6,1% e os brancos, 2,5%.Paes elegeu-se pelo PMDB, mas passou, ao longo de sua vida política, pelo PFL, PSDB e até PV. Sua vida pública começou cedo. Aos 23 anos, assumiu a subprefeitura de Jacarepaguá e da Barra e, aos 27, foi eleito vereador. Foi também deputado federal duas vezes. Seu último cargo público foi à frente da Secretaria Estadual de Turismo, Esporte e Lazer na gestão do governador Sérgio Cabral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.