Conheça as diretrizes dos candidatos ao governo de Minas nas eleições 2018

Veja as principais propostas de Fernando Pimentel (PT), Antonio Anastasia (PSDB), Marcio Lacerda (PSB), João Batista Mares Guia (Rede), Romeu Zema (Novo) e Claudiney Dulim (Avante)

O Estado de S.Paulo

20 Agosto 2018 | 14h01

BELO HORIZONTE -  Após o registro das chapas dos candidatos ao governo mineiro nas eleições 2018, o Tribunal Superior Eleitoral recebeu as diretrizes dos programas dos postulantes. Conheça as propostas:

Fernando Pimentel (PT)

O governador Fernando Pimentel (PT), que tenta a reeleição, tem como diretriz principal a recuperação financeira de Minas por meio da revisão da Lei Kandir, que determina a desoneração do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Além disso, o petista propõe maior diálogo com a população por meio de “fóruns do desenvolvimento” e investimento em segurança pública, com ampliação do programa de bases móveis da Polícia Militar.

Leia a íntegra do plano de governo de Fernando Pimentel

Antonio Anastasia (PSDB)

O plano de governo de Antonio Anastasia (PSDB) discorre sobre a necessidade de se atrair novos investimentos a Minas, principalmente por meio de associação entre setores públicos e privados. Além disso, as diretrizes pretendem fomentar melhorias na educação, com investimento no desenvolvimento do professor e na qualidade do ensino fundamental e ampliação do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Leia a íntegra do plano de governo de Antonio Anastasia

Marcio Lacerda (PSB)

O ex-prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda (PSB) foca o plano de governo na redução de cargos comissionados e na atração de investimentos para Minas, com aplicação de Parcerias Público-Privadas para realização de obras no Estado. Além disso, Lacerda promete garantir repasses aos municípios para a saúde e estimular a integração das policiais Civil e Militar.

Leia a íntegra do plano de governo de Marcio Lacerda

João Batista Mares Guia (Rede)

O professor e ex-secretario de educação, João Batista Mares Guia (Rede) coloca como projeto ações para desenvolvimento de startups e uma reforma tributária, com nivelamento das cotas ICMS em Minas. Além disso, o candidato pretende agir em cooperação com empresários e cooperativas para desenvolvimento agrário e garantir de educação básica universal.

Leia a íntegra do plano de governo de João Batista Mares Guia

Romeu Zema (Novo)

O plano de governo de Romeu Zema (Novo) aponta a privatização, feita de forma gradual, como forma de coibir a corrupção, determina uma simplificação tributária sem aumento de impostos e o enxugamento da máquina pública, por meio do corte de secretarias. O candidato promete também cortes em “auxílios exorbitantes” e propostas para a segurança pública, como melhoria na distribuição de viaturas e penas alternativas.

Leia a íntegra do plano de governo de Romeu Zema

Claudiney Dulim (Avante)

O candidato do Avante, Claudiney Dulim se compromete em seu plano de governo a combater a corrupção e investir na eficiência administrativa como forma de criar empregos em Minas. Além disso, o candidato propõe fortalecer as polícias e fomentar energias sustentáveis no Estado.

Leia a íntegra do plano de governo de Claudiney Dulim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.