Condenado, Dirceu diz que 'não perde'; Gurgel pede prisões

O ex-ministro José Dirceu, condenado no processo do mensalão, disse ontem ser um "vitorioso" e que "não perde", ao ser questionado se temia "perder o campeonato" no Supremo Tribunal Federal. "Eu não perco. Sou um vitorioso." Dirceu foi condenado por corrupção e formação de quadrilha e aguarda a publicação do acórdão do STF para apresentar um eventual recurso.

O Estado de S.Paulo

12 de março de 2013 | 02h09

A declaração - durante o lançamento do livro Um salto para o futuro, do ex-ministro Luiz Dulci, em São Paulo - foi dada horas depois de, em Brasília, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, cobrar celeridade na execução das penas do mensalão. "É preciso que aquelas pessoas condenadas a penas privativas de liberdade tenham mandados de prisão expedidos e sejam recolhidas à prisão", disse Gurgel. / FERNANDO GALLO e MARIÂNGELA GALLUCCI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.