Comissão ouve militar perseguido na ditadura

Um depoimento gravado pelo coronel-aviador reformado Rui Moreira Lima - herói da 2.ª Guerra e opositor do golpe de 1964 - abrirá amanhã a primeira audiência pública da Comissão da Verdade sobre militares perseguidos na ditadura. O evento ocorre no Rio, no auditório da Associação Brasileira de Imprensa. Hoje com 93 anos, Lima teve um filho sequestrado a fim de que se entregasse ao regime. Segundo o Projeto Brasil: Nunca Mais, 6.500 militares foram perseguidos no período.

CLARISSA THOMÉ, O Estado de S.Paulo

03 de maio de 2013 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.