Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Comando do Exército 'repudia ato de violência extrema' contra Bolsonaro

O presidenciável foi esfaqueado durante ato de campanha realizado em Juiz de Fora (MG) e passa bem

O Estado de S.Paulo

06 Setembro 2018 | 23h58

BRASÍLIA - O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, divulgou nota nesta quinta-feira, 6, em que “repudia veementemente o ato de violência extrema” contra o candidato à Presidência da República pelo PSL nas eleições 2018, Jair Bolsonaro (RJ). Villas Bôas participou, mais cedo, de uma reunião com da Marinha e da Aeronáutica e discutiram o ataque ao candidato do PSL.

O presidenciável foi esfaqueado durante ato de campanha realizado em Juiz de Fora (MG) – ele era carregado na região central da cidade quando foi golpeado na altura do abdome.

A polícia identificou e prendeu o agressor, Adelio Bispo de Oliveira, de 40 anos. Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia e, segundo os médicos, seu quadro de saúde era “grave, mas estável”.

Na nota, o general diz que “defende a manutenção da serenidade, o combate aos radicalismos e a confiança nos órgãos de segurança pública, para que todos juntos ultrapassemos esse desafio à nossa democracia e à paz social.”

Por fim, Villas Bôas solidariza-se com a família de Bolsonaro, desejando pronta recuperação.

Leia a íntegra da nota

Com relação ao atentado contra o Deputado Federal Jair Bolsonaro, ocorrido na tarde de hoje, na cidade de Juiz de Fora – MG, o Comandante do Exército, General de Exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, informa que:

1. Repudia veementemente o ato de violência extrema perpetrado contra a vida do Deputado Bolsonaro, candidato à Presidência da República;

2. Defende a manutenção da serenidade, o combate aos radicalismos e a confiança nos órgãos de segurança pública, para que todos juntos ultrapassemos esse desafio à nossa democracia e à paz social; e

3. Solidariza-se com a família do Deputado neste momento de apreensão, desejando pronta recuperação.

Brasília - DF, 06 de setembro de 2018.

Atenciosamente,

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO

EXÉRCITO BRASILEIRO - BRAÇO FORTE, MÃO AMIGA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.