Com hit sertanejo, ato custa R$ 250 mil

Versão de música de novela embala convenção

O Estado de S.Paulo

25 Junho 2012 | 03h02

A convenção municipal do PSDB que oficializou a quarta candidatura de José Serra à Prefeitura de São Paulo custou R$ 250 mil e foi embalada por um jingle baseado em um hit sertanejo. O tucano chegou a um ginásio na zona sul da capital, onde havia cerca de 3 mil pessoas, ao som de "eu quero Serra, eu quero já".

Composta para a convenção, o jingle foi reproduzido dezenas de vezes ao longo do dia e era inspirado no hit sertanejo Eu Quero Tchú, Eu Quero Tchá, da dupla João Lucas e Marcelo, que compõe a trilha da novela das 9 horas, da Rede Globo.

A equipe de campanha voltou a usar bonecos gigantes de Serra, que apareceram pela primeira vez na campanha presidencial de 2010. A inspiração foi o Kassabão, boneco apresentado na campanha pela reeleição de Gilberto Kassab, em 2008, que também tinha uma versão miniatura, chamada Kassabinho.

A convenção contou com lideranças paulistas do PSDB, mas faltaram dirigentes nacionais da sigla. O presidente nacional do partido, Sérgio Guerra, não compareceu, assim como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o senador Aécio Neves (MG), presidenciável tucano.

Vereadores e pré-candidatos da coligação, formada pelo PSDB-PSD-DEM-PV-PR, levaram ônibus com militantes para o ginásio Mauro Pinheiro. Quem foi ao evento ganhou camisetas de campanha e lanches.

No encontro, Serra tentou mostrar proximidade com o eleitorado mais jovem. "Serei prefeito para administrar com toda a juventude, a energia e o amor do meu coração", declarou. Também foi enfático ao dizer que entra na disputa "porque quer". "Sou candidato porque assim quiseram o PSDB e nossos aliados. Sou candidato porque vocês querem", ressaltou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.