Nilton Fukuda/ Estadão
Nilton Fukuda/ Estadão

Com convenção presencial e enxuta, PSD vai confirmar nome de Andrea Matarazzo em 31 de agosto

Partido pretende adotar medidas sanitárias para viabilizar encontro físico de pessoas

Marcelo Godoy e Paula Reverbel, O Estado de S.Paulo

02 de agosto de 2020 | 05h00

Mesmo em tempos de pandemia, o PSD planeja realizar um evento presencial para oficializar a candidatura de Andrea Matarazzo à Prefeitura de São Paulo em 31 de agosto. Serão adotadas as medidas sanitárias recomendadas para o encontro físico de pessoas. 

“A convenção vai ser presencial, com todos os protocolos (de segurança)”, informou Matarazzo ao Estadão. O candidato disse ainda que o evento será pequeno e rápido. O partido marcou a sua convenção no primeiro dia do prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral para eventos do tipo, que vai até 16 de setembro de acordo com o novo calendário eleitoral.

Outros partidos ainda discutem qual formato – virtual ou em pessoa – deve ser adotado. Algumas siglas, como PSDB e PC do B pretendem abrir uma live para manifestações de lideranças e autoridades partidárias discursarem, mesmo que não haja palanque físico.

Como a ata da convenção e a lista de presentes deve ser enviada pelo sistema da Justiça Eleitoral até o dia seguinte ao da realização da convenção, algumas agremiações também pretendem pulverizar locais de assinaturas de atas pela cidade, para que os militantes possam registrar o voto e a participação.

Apesar de Andrea Matarazzo ter 63 anos, acumular passagens por mais de dez cargos nos três níveis de governo – federal, estadual e municipal – e somar mais de 20 anos de vida pública, ele se associou ao grupo de renovação política Livres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.