Claques já fazem opção por aderir a Dilma ou a Campos

Antecipando uma provável disputa em 2014, cabos eleitorais carregavam faixas no entorno do Parque de Exposições de Serra Talhada (PE) com agradecimentos à presidente Dilma Rousseff (PT) e ao governador do Estado, Eduardo Campos (PSB). Os cartazes que elogiavam Dilma não citavam o nome de Campos; os que exaltavam o governador escondiam a presidente.

O Estado de S.Paulo

26 de março de 2013 | 02h09

Com a movimentação feita por Campos pelo País para fortalecer uma possível candidatura em 2014, a visita de Dilma ao Estado, ontem, se tornou símbolo de uma pré-campanha. O grupo pró-Campos ficou do lado de fora, enquanto apoiadores de Dilma se aglomeraram diante do palanque. Horas antes da chegada de Dilma a Serra Talhada, cabos eleitorais do deputado estadual Sebastião Oliveira (PR) desenrolaram faixas que agradeciam ao parlamentar, a Campos e ao deputado federal Inocêncio Oliveira (PR). Sem se identificar, eles contaram que um assessor do deputado prometeu um "cachê" pela exibição dos cartazes.

Dentro do parque havia faixas bancadas pelo prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), que agradeciam a Dilma pelos avanços no município e no País. / B.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.