Andre Penner/AP
Andre Penner/AP

Ciro volta ataques a Bolsonaro e diz que deputado vai cobrar mais impostos dos mais pobres

Candidato do PDT publicou vídeo nas redes sociais

O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2018 | 13h59

O candidato do PDT à Presidência nas eleições 2018, Ciro Gomes, foi às redes sociais contra o rival do PSL, Jair Bolsonaro, aproveitando o embalo da polêmica envolvendo propostas do economista Paulo Guedes na área tributária. Em um vídeo postado na noite de sábado, 22, no Twitter, o pedetista afirmou que Bolsonaro, embora diga que não planeja aumentar impostos, vai recriar a extinta Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira (CPMF) e unificar a alíquota do Imposto de Renda em 20%.

"Toda a pequena classe média vai passar a pagar muito mais imposto de renda do que paga e vai diminuir o imposto do rico", afirmou Ciro, no vídeo. "O Bolsonaro tem falado o que cada pessoa quer ouvir. Na hora que a gente começa a perceber essa contradição é muito grave para o Brasil."

 

A polêmica envolvendo Paulo Guedes teve início na terça-feira, 18, após o jornal Folha de S. Paulo revelar que o economista teria afirmado, em uma reunião privada com investidores, que pretendia aplicar as duas medidas num eventual governo Bolsonaro.

Apontado pelo deputado como o escolhido para comandar o Ministério da Fazenda, Guedes veio a público no dia seguinte para dizer que a ideia seria criar um imposto federal único, com o intuito de aliviar a carga tributária. Também negou que pretendesse unificar a alíquota do IR. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.