Chinaglia diz que Marta é nome 'eleitoralmente forte'

O presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP), afirmou que a candidata à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy (PT), é um nome "eleitoralmente forte" e que, independentemente do resultado das eleições da capital paulista, a petista "continuará na política". "As alternativas ela vai refletir e, sobre a possível volta ao governo, depende do presidente Lula", disse Chinaglia, depois de destacar que só falava em hipótese e que acreditava na vitória de Marta em São Paulo. O deputado votou sozinho, por volta das 10 horas, em uma escola estadual da Vila Califórnia, zona sul de São Paulo. Chinaglia destacou ainda que o seu partido iniciará em breve "um novo ciclo" a caminho das eleições presidenciais de 2010. "O PT, após 28 anos, passou por experiências boas e ruins e temos de fazer um balanço. Não há como pensar no partido dissociado do Lula, mas em 2010 pela primeira vez não teremos Lula e se abrirá um novo ciclo para o partido", afirmou, enfatizando, em seguida, que a declaração não significava um apoio à candidatura de Marta ao Planalto.

FABIANE LEITE, Agencia Estado

26 de outubro de 2008 | 13h38

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesSPArlindo Chinaglia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.