Central para 2014, Haddad afirma que situação vai melhorar

Os petistas acreditam que o resultado dos dois primeiros anos de governo do prefeito São Paulo, Fernando Haddad (PT), será determinante tanto na sucessão estadual como também para a disputa pela Presidência da República no próximo ano.

Roldão Arruda, O Estado de S.Paulo

15 de julho de 2013 | 02h05

Os discursos dos líderes petistas durante a plenária de sábado bateram diretamente ou rasparam na tecla da necessidade de maior eficiência e melhoria da qualidade dos serviços públicos na capital paulista.

Haddad falou sobre demandas reprimidas maiores do que as imaginadas durante a campanha do ano passado, mas prometeu acelerar obras que, segundo ele, vão fazer a diferença para os eleitores de periferia da cidade.

"As pessoas logo vão perceber a diferença, quando começarem a ver os prédios habitacionais serem erguidos e surgirem novas creches", afirmou Haddad durante seu discurso sábado.

O prefeito de São Paulo também reconheceu a dificuldade de seu partido com a questão dos serviços públicos. "Sempre estivemos ao lado dos trabalhadores. Mas a defesa da qualidade do serviço público é uma coisa mais difusa", disse ele.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.