Celso de Mello é internado e decisão do caso é adiada

Um problema de saúde do decano do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, interrompeu nesta semana o julgamento do processo do mensalão. Segundo informações do STF, ele foi internado na quarta-feira em Brasília após ter procurado atendimento médico por causa de uma gripe forte. Nota divulgada ontem no site da Corte informa que o diagnóstico inicial não afastou a hipótese de pneumonia. "Caso seja liberado pelos médicos, Celso de Mello participará da sessão plenária da próxima segunda-feira."

O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2012 | 02h06

Se o ministro não for autorizado pelos médicos a retornar ao plenário na segunda, o julgamento do mensalão poderá ser concluído apenas em 2013. Na quarta-feira ocorre a última sessão plenária do STF. Na quinta, o tribunal entrará em recesso e os ministros somente voltarão a se reunir para julgamentos no início de fevereiro.

O plenário precisa ainda decidir temas polêmicos do processo. Um deles, se cabe à Corte determinar a perda dos mandatos dos deputados condenados, Outro, o pedido do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, para que os condenados sejam presos imediatamente. / M.G.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalaoSTF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.