Cavaletes substituem cabos eleitorais

Centenas de cavaletes de madeira sustentando cartazes de candidatos, invadiram os caneiros centrais das grandes avenidas, praças e calçadas de Campo Grande. "É a crise, faltou dinheiro", explica o governador André Puccinelli (PMDB). Os cavaletes são uma forma barata de campanha. Mas, por serem leves, não resistem ao vento e, como reclama um candidato, espalham-se no chão e sujam as ruas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.