Caso chegou ao Supremo em 2005

O caso do mensalão chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF) em julho de 2005 e é considerado um dos processos mais complexos que já passaram pela Corte, com mais de 50 mil páginas relatando o maior escândalo do governo Lula. Em 2007, o Supremo aceitou a denúncia contra os 40 réus propostas pelo Ministério Público Federal. Posteriormente, esse número caiu para 38, pois foram excluídos do inquérito o ex-secretário do PT Silvio Pereira, que fez um acordo com o Ministério Público, e o deputado José Janene, que morreu.

O Estado de S.Paulo

20 de maio de 2012 | 03h06

Ao longo dos anos, um sem-número de recursos movidos pelos diversos réus foram postergando o julgamento. Foi somente em dezembro de 2011 que o ministro Joaquim Barbosa concluiu o relatório do caso. O texto ficou com 122 páginas e foi encaminhado para a revisão do ministro Ricardo Lewandowski. A entrega do voto de Lewandowski é o último passo para o julgamento começar. Já se passaram quase sete anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.