Carvalho defende petista acusado de ligação com grupo

Um dos interlocutores mais próximos da presidente Dilma Rousseff, o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência), defendeu ontem o subchefe de assuntos federativos da Secretaria de Relações Institucionais (SRI), Olavo Noleto, de acusação de suposto envolvimento com o grupo de Carlinhos Cachoeira. Carvalho disse que o Planalto está "tranquilo" com o episódio e que Noleto "nunca teve nenhum contato" com o contraventor. Reportagem do jornal O Globo afirmou que há um registro de contato telefônico entre Noleto - figura história do PT de Goiás - e Wladimir Garcez, número dois de Cachoeira. Em nota, a SRI disse que considera "infundadas" as informações do jornal sobre um possível afastamento de Noleto. / RAFAEL MORAES MOURA

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.