Cartolas apoiam Haddad de olho em anistia de dívidas

O petista Fernando Haddad recebeu ontem o apoio de cartolas do Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Portuguesa, em uma costura que envolve a edição de medida provisória pela presidente Dilma Rousseff que anistia a dívida de tributos federais dos clubes, como débitos com o INSS, por programas de incentivo ao esporte à população carente - o bolsa-esporte. O discurso mais enfático veio do são-paulino Juvenal Juvêncio. "Ser ministro da Educação neste País é mais difícil do que administrar uma metrópole como São Paulo", disse. Além dele, estavam no Sindicato dos Engenheiros o corintiano Andres Sanches, hoje na CBF, e o palmeirense Arnaldo Tirone. O presidente da Portuguesa, Manuel da Lupa, enviou carta. / B.L.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.