Foto: Divulgação / PC do B
Foto: Divulgação / PC do B

Candidatos vão para as ruas de Rio Preto na reta final da campanha

Concorrentes que disputam a prefeitura vão intensificar corpo a corpo e a presença nas redes sociais nesta última semana de campanha

Daniele Jammal / Especial para o Estadão, São José do Rio Preto

08 de novembro de 2020 | 20h48

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO – Os candidatos a prefeito de São José do Rio Preto aceleraram o ritmo e intensificam o ‘corpo a corpo’ na reta final da campanha. Neste fim de semana, a disputa ganhou ares de maratona, com direito a caciques como cabos eleitorais, muitas bandeiras, maior volume de conteúdo impulsionado nas redes sociais, visitas a bairros, empresas, instituições e locais de grande fluxo de pessoas e adesivaços. 

O Novo, do empresário Filipe Marchesoni, trouxe neste sábado, 7, os deputados federais Vinicius Poit e Alexis Fonteyne e o estadual Ricardo Melão para caminhar com ele no calçadão, na área central da cidade.  Carlos Arnaldo (PDT) participou de um adesivaço, no sábado e, neste domingo, se reuniu  com o Conselho da Mulher, visitou bares e, à noite, participaria de missa na Igreja Menino Jesus de Praga. 

Candidato à reeleição, Edinho Araújo (MDB) participou de debate na tarde de sábado e de reuniões virtuais. Neste domingo, compareceu ao encontro promovido pelo Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres. E está reforçando o impulsionamento de conteúdo nas redes sociais nesta última semana de campanha.

Encontros com líderes comunitários, reuniões com apoiadores e reforçar presença nas redes são o foco da campanha do empresário Marco Casale (PSL). A professora aposentada e ex-vereadora Celi Regina (PT) está priorizando o corpo a corpo com os eleitores. Presidente municipal do Republicanos e coordenador da campanha da Coronel Helena Reis, Diego Polachini confirma a intensificação do corpo a corpo e das visitas nesta reta final. 

Aumentar a presença nas redes sociais, fazer campanha de rua e participar de encontros também fazem parte do roteiro dos candidatos  Carlos Alexandre (PC do B), Marco Billo (PSOL), Rogério Vinícius (DC) e Paulo Bassan (PRTB). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.