Candidatos de Alckmin vencem nos principais colégios do interior

Em Campinas, o atual prefeito Jonas Donizete foi reeleito no primeiro turno com 65,43% dos votos válidos e teve o apoio do PSDB

José Maria Tomazela, Ronaldo Faria e Alexandre Ventura, Correspondente/Especiais para o Estado

02 de outubro de 2016 | 21h59

SOROCABA – Candidatos apoiados pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) colheram bons resultados nas eleições deste domingo nas principais cidades do interior. Em Campinas, o atual prefeito Jonas Donizete (PSB) foi reeleito no primeiro turno com 65,43% dos votos válidos e teve o apoio do PSDB. O candidato do PT, Márcio Pochman, obteve 15,04% dos votos e terminou a disputa em terceiro lugar. 

O PSDB de Alckmin recuperou a prefeitura de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, com a vitória no primeiro turno do tucano Felício Ramuth, com 63,27% dos votos válidos. O atual prefeito e candidato à reeleição pelo PT, Carlinhos de Almeida, teve 20,71% dos votos e não conseguiu provocar o segundo turno, mesmo com o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com o resultado, o PSDB recupera a prefeitura que havia perdido para o PT há quatro anos, depois de suas gestões tucanas seguidas, com o ex-prefeito Eduardo Cury.

Em Ribeirão Preto, o ex-secretário do governo Alckmin, deputado federal Duarte Nogueira (PSDB) largou na frente para a disputa do segundo turno com 39,86% dos votos. Seu adversário será Ricardo Silva (PDT), que teve 27.86%.

O governador também apoiou a reeleição do prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), em Santos. O tucano venceu no primeiro turno com 77,74% dos votos. Em segundo lugar ficou Carina Vitral, do PcdoB em aliança com o PT, que teve 6,61% da votação válida. 

Derrota. Em Sorocaba, o candidato do DEM, José Crespo, apoiado pelo PMDB, vai disputar o segundo turno com o candidato do PSOL, Raul Marcelo. O vereador Crespo teve 45,18% dos votos válidos e está em vantagem na disputa pelo segundo turno. Raul Marcelo teve 25% dos votos.

A votação marcou o fim de uma hegemonia de 20 anos do PSDB na cidade. O candidato do partido, João Leandro, teve 13,47% dos votos e ficou na terceira colocação. O fim da era tucana acontece apesar do apoio do governador Geraldo Alckmin (PSDB) à candidatura de Leandro. O governador passou por Sorocaba na reta final da campanha.

Contrariando as últimas pesquisas, que indicavam segundo turno, o candidato do PMDB, Edinho Araújo, conquistou a prefeitura de São José do Rio Preto com 52,26% dos votos válidos. O candidato do PSB, deputado estadual Orlando Bolçone, teve 32,20% e o apoio do governador, não conseguiu levar a disputa para o segundo turno. O petista João Paulo Rillo ficou em terceiro lugar com 10,41%. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.