Candidatos à reeleição levam em 13 capitais; 11 terão 2º turno

Beto Richa (PSDB) foi o primeiro a se reeleger, em Curitiba; em SP, Kassab (DEM) disputará 2º turno com Marta

Da Redação,

06 de outubro de 2008 | 01h02

Onze capitais do País terão segundo turno, segundo os dados da apuração do Tribunal Superior Eleitoral. De acordo com os números, dos 20 candidatos à reeleição, sete ainda estão na disputa pela Prefeitura. Além disso, em 15 capitais o pleito será decidido já em primeiro turno.  Veja Também: Cobertura completa das eleições 2008 Especial: Perfil dos candidatos Eu prometo: Veja as promessas de campanha dos candidatos TSE registra 168 prisões e casos de 509 irregularidades Imagens da votação pelo Brasil  Esse é o caso de Curitiba (PR), onde o atual prefeito Beto Richa (PSDB) terminou o dia com 77% dos votos, e de Vitória (ES), em que João Coser (PT), registrou 65% da preferência. Os prefeitos de Palmas (TO) - Raul Filho (PT) -, João Pessoa - Ricardo Coutinho (PSB) -, Aracaju - Edvaldo Nogueira (PCdoB), Campo Grande - Nelson Trad (PMDB) -, Maceió - Cícero Almeida (PP) -, Porto Velho - Roberto Sobrinho (PT), Fortaleza - Luizianne Lins (PT) -, Goiânia - Íris Rezende (PMDB), Teresina - Silvio Mendes (PSDB) -, Boa Vista - Iradilson Sampaio (PSB) -, e Rio Branco - Raimundo Angelim (PT) - também foram reeleitos em primeiro turno.  Apenas dois dos 15 candidatos eleitos em primeiro turno terão seu primeiro mandato à frente da Prefeitura: Micarla de Sousa (PV), em Natal, e João da Costa (PT), em Recife. O candidato eleito na capital de Pernambuco era apoiado pelo atual prefeito, João Paulo Lima. Em São Paulo, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) surpreendeu e terminou o primeiro turno à frente candidata petista, Marta Suplicy .Os dois decidirão a disputa em 2º turno, no dia 26 de outubro. Segundo o TSE, Kassab teve 33,61% dos votos, enquanto Marta registrou 32,78%.  A disputa eleitoral ficou para o 2º turno em mais XX capitais. No Rio de Janeiro, após uma virada em cima do bispo Marcelo Crivella (PRB), Fernando Gabeira (PV) vai brigar pela Prefeitura com Eduardo Paes (PMDB). Em Florianópolis, a corrida será entre Dário Berger (PMDB) e Esperidião Amin (PP).  Em Belo Horizonte, a disputa pela Prefeitura será decidida entre os candidatos Leonardo Quintão (PMDB) e Márcio Lacerda (PSB), apoiado pelo governador Aécio Neves (PSDB) e pelo atual prefeito Fernando Pimentel (PT). Em Salvador, João Henrique Carneiro (PMDB) e Walter Pinheiro (PT) arrancaram na reta final, desbancaram o candidato que liderou as pesquisas durante toda a campanha - Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM) - e avançaram ao segundo turno da eleição. Em Macapá, Camilo Capiberibe (PSB) e Roberto Góes (PDT) serão os candidatos a disputar, em 26 de outubro, o cargo de prefeito. Em Manaus, a corrida será entre Amazonino Mendes (PTB) e o atual prefeito Serafim Corrêa (PSB), que conseguiu levar a disputa a segundo turno apesar das previsões.  Porto Alegre também o atual prefeito, José Fogaça (PMDB) no segundo turno, enfrentando a candidata petista Maria do Rosário. Em São Luís e Cuiabá, João Castelo (PSDB) e Flávio Dino (PCdoB) e Wilson Santos (PSDB) - prefeito - e Mauro Mendes (PR) também disputam o segundo turno, respectivamente. Em Belém, Duciomar Costa (PTB) disputará a reeleição contra Priante (PMDB). Em nenhuma das 26 capitais, os candidatos à reeleição não foram eleitos, nem disputarão o segundo turno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.