Candidatos a prefeito batem boca no centro de Belém-PA

Os candidatos a prefeito de Belém, Duciomar Costa (PTB) e José Priante (PMDB), protagonizaram hoje um bate-boca numa rua do centro da cidade. Desafiado a provar que um hospital em construção para atender à população carente teria 150 leitos e não apenas 31, como afirma o adversário, o atual prefeito, Duciomar, foi ao encontro de Priante e, na calçada em frente ao prédio, viu o peemedebista apresentar a ele a planta do local. Irritado, o prefeito insistiu que o hospital teria sim capacidade para 150 leitos. Diante de uma multidão e da imprensa, Priante pediu para entrar no prédio junto com Duciomar e verificar o número de leitos. O prefeito recusou e rapidamente retirou-se do local aos gritos de "mentiroso" de eleitores. Antes, porém, determinou que a Guarda Municipal impedisse a entrada de Priante no prédio. A campanha em Belém está acirrada. Duciomar acusa o adversário de ser candidato do deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA), de quem Priante é primo. O prefeito, por sua vez, é acusado de uma série de irregularidades e de ter recebido R$ 1,4 bilhão para utilizar na saúde, embora não tenha construído sequer um posto de saúde nos últimos quatro anos. Para garantir a segurança dos eleitores, a Justiça Eleitoral terá mil homens do Exército nas ruas da cidade, no domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.