Adriana Ferraz
Adriana Ferraz

No ABC, candidato tucano usa slogan e jingle de Doria para vencer no 2º turno

Campanha de Orlando Morando transformou 'acelera São Paulo' em 'acelera São Bernardo' e refrão 'João trabalhador' em 'Orlando trabalhador'; autores foram consultados e assinaram, a pedido do prefeito eleito em SP, um documento autorizando a reprodução

Adriana Ferraz e Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

11 de outubro de 2016 | 16h04

O candidato a prefeito de São Bernardo do Campo pelo PSDB, Orlando Morando, transformou sua campanha no segundo turno na cidade em uma “franquia” da campanha de João Doria, prefeito eleito no 1º turno na capital paulista.

Além de colar sua imagem em Doria e levá-lo para eventos na cidade,  Morando adotou até o mesmo jingle e slogan do prefeito eleito. O “Acelera São Paulo” foi substituído por “Acelera São Bernardo” e a música “João trabalhador” por “Orlando trabalhador”.

Não se trata, porém, de um plágio, já que os autores foram consultados e assinaram, a pedido de Doria, um documento autorizando a reprodução. Depois de gravar um depoimento de apoio a Morando, o empresário foi nesta terça-feira, 11, fazer campanha ao lado dele na cidade.

A estratégia em São Bernardo, que é o berço do PT, também é a mesma usada por Doria no primeiro turrno em São Paulo, de explorar o anti-petismo.

Minhas amigas e meus amigos. "A bandeira do nosso País, que aprendi a respeitar desde criança, não é vermelha, mas verde e amarela”, disse Doria. Ele e Morando comemoraram no carro do som o fato de o PT ter "sido expulso" da cidade.

Essa foi a forma que Morando encontrou para se contrapor a seu adversário no segundo turno, Alex Manente (PPS), que é filiado a um partido que também é aliado do governador Geraldo Alckmin. Os tucanos de São Bernardo propagaram a versão que Manente teria recebido apoio do PT no segundo turno, o que ele nega. O tema virou objeto de embate nas redes sociais. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.