Candidato ao governo da Bahia pelo PT promete acionar revista Veja após publicação de denúncia

Revista acusa partido de desvios de recursos públicos para financiar campanhas eleitorais; Rui Barbosa vê denúncia como 'desespero' da oposição

Tiago Décimo, O Estado de S. Paulo

20 de setembro de 2014 | 12h48

 SALVADOR - O candidato do PT ao governo da Bahia, Rui Costa, prometeu acionar judicialmente a revista Veja pela publicação, na edição distribuída neste fim de semana, de uma denúncia sobre desvios de recursos públicos federais e estaduais destinados à construção de habitações populares para financiar as candidaturas do partido.

A denúncia, segundo a revista, partiu da presidente da ONG Instituto Brasil, Dalva Sele Paiva, que foi contratada pelo governo baiano para gerenciar as construções. Ela acusa o partido de ter desviado cerca de R$ 6 milhões dos repasses públicos para financiar campanhas eleitorais. De acordo com a reportagem, alguns dos principais dirigentes petistas no Estado, entre eles Costa, foram beneficiados.

“É uma iniciativa suja e leviana da revista que, às vésperas da eleição, está nitidamente a serviço dos partidos de oposição”, disse o candidato à sucessão de Jaques Wagner (PT). “A denúncia mostra o desespero dos partidos de oposição com o crescimento da nossa candidatura. Desafio qualquer um a provar minha relação com o caso.” Segundo sua assessoria, os advogados da campanha vão interpelar judicialmente a revista e a acusadora “já na próxima semana”. O governo baiano ainda não se pronunciou sobre as denúncias.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2014denúnciaPTBahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.