Candidato agora critica atual gestão

Um dia depois de criticar a gestão do petista Fernando Haddad no Ministério da Educação, o candidato a prefeito de São Paulo Celso Russomanno (PRB) voltou ontem seus ataques à administração de Gilberto Kassab (PSD), anfitrião de um encontro na sexta-feira entre o chefe da campanha do PRB, Marcos Pereira, e o tucano José Serra (PSDB).

RICARDO CHAPOLA, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2012 | 03h09

Por três vezes, Russomanno chamou a gestão Kassab de "criminosa", durante evento de campanha na Feira da Madrugada, no Brás, na manhã de ontem. Para o ex-deputado, a expulsão de ambulantes e apreensão de mercadorias em 2010 foi "ilegal". "Caracteriza um crime de apropriação indébita. É uma prática criminosa. Isso é um absurdo."

Indiretamente, Russomanno chamou o atual prefeito de "paraquedista de araque". "Eu vim sozinho até agora. Só porque agora eu estou bem nas pesquisas aparecem estes paraquedistas de araque para fazer essas confusões", afirmou. "Eu não tenho nada a ver com Kassab."

No fim do evento, um dos ambulantes disse ser alvo de cobrança de propina para poder trabalhar na feira e, revoltado, derrubou um muro em construção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.