Campanha de Marta pede impugnação de Kassab

O coordenador da campanha de Marta Suplicy (PT) à Prefeitura de São Paulo, deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP), informou que a campanha entrou no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contra o adversário do DEM, o atual prefeito Gilberto Kassab, pedindo a impugnação de sua candidatura. A campanha da petista acusa Kassab de utilizar a máquina pública, após um evento em que o prefeito repassou ao governador do Estado, José Serra (PSDB), um cheque de R$ 198 milhões para investimentos em obras do metrô. Na solenidade, Kassab entregou nas mãos de Serra uma réplica de um 1,5 metro do cheque. "Houve utilização da máquina pública da Prefeitura, do governo do Estado em um evento que é similar a uma inauguração", acusou Zarattini. "A lei prevê que quando se utilizam recursos públicos para uma promoção de uma candidatura, isso configura um crime eleitoral e que a punição é a cassação", explicou.

CAROLINA RUHMAN, Agencia Estado

17 de outubro de 2008 | 16h27

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesSPSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.