Campanha de Marta ataca vida pessoal de Kassab

Na retomada da propaganda eleitoral gratuita pela TV, ontem, a principal novidade ficou por conta da ex-prefeita Marta Suplicy (PT). Ela adotou um tom mais agressivo com o intuito de lançar sombras e dúvidas sobre o nome de seu concorrente - o atual prefeito, Gilberto Kassab (DEM). Nas inserções reservadas aos candidatos nos intervalos comerciais da TV, a propaganda da ex-prefeita ultrapassou a política e tentou atingir a imagem pessoal do oponente. Exibindo uma foto de Kassab em branco e preto, o locutor fez indagações sobre o seu passado. As últimas perguntas foram: "É casado? Tem filhos?" E concluiu: "Para decidir certo é preciso conhecer bem."Em outra inserção de 30 segundos, um executivo, num escritório vazio, como se tivesse sido roubado, diz: "E eu que achava que era o sócio ideal. Falava de números como se entendesse de tudo. Ele traiu minha confiança. Perdi tudo." No programa de 10 minutos do horário eleitoral gratuito, a propaganda petista associou Kassab à ditadura militar, ao lembrar que ele já pertenceu ao PL e ao PFL e agora está no DEM. Segundo o programa, são "partidos que nasceram da Arena e do PDS, as siglas que davam apoio incondicional à ditadura militar".O programa de Kassab insistiu na associação entre a imagem do prefeito e a do governador José Serra (PSDB), além de enfatizar as obras da atual administração - que conta com 61% de aprovação da população. No horário noturno, o prefeito respondeu indiretamente às críticas do programa de Marta: "Nossa cidade, a quarta cidade do mundo, precisa pensar grande, aproximar as pessoas de bem e as boas idéias. Não importa de que partido elas venham."Os dois candidatos fizeram comparações entre as administrações. Kassab voltou a provocar a ex-prefeita na questão das taxas e fez referência indireta à polêmica frase "relaxa e goza": "Comigo não tem aumento de taxa, nem taxa nova, nem relaxamento." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.