Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Campanha de Bolsonaro espera apoio de Ronaldo Caiado (DEM)

Governador eleito de Goiás deve visitar o candidato do PSL à Presidência da República na tarde desta quarta-feira, 10

Constança Rezende e Camila Tutelli, O Estado de S.Paulo

10 Outubro 2018 | 12h37

A equipe de campanha do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) espera receber a visita do governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), na casa do candidato, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, na tarde desta quarta-feira, 10. Um dos interlocutores da campanha disse que o objetivo do encontro é "manifestar o apoio incondicional dele (Caiado) ao Jair Bolsonaro" nas eleições 2018.

Em entrevista na casa do empresário Paulo Marinho, nesta terça-feira, 9, onde gravou programas eleitorais, Bolsonaro disse que o DEM teria manifestado vontade de apoiá-lo, mas que nada havia sido oficializado até então.

Hoje pela manhã, no entanto, o presidente nacional do Democratas, ACM Neto, divulgou nota oficial em que o partido libera seus filiados para apoiar no segundo turno das eleições presidenciais o candidato do PSL ou o do PT, Fernando Haddad. Apesar disso, é majoritária entre os líderes do DEM, adversário histórico do PT, a intenção de votar e fazer campanha por Bolsonaro.

"Ficam, assim, os nossos líderes e militantes de todo Brasil liberados para, seguindo as suas convicções, apresentarem a sua manifestação de voto neste segundo turno", diz a nota assinada por Neto, prefeito de Salvador (BA).

A decisão anunciada por ACM Neto, na prática, desobriga os líderes do DEM desconfortáveis com Bolsonaro de fazerem campanha abertamente pelo deputado e ex-capitão do Exército. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.