Câmara de SP começa a examinar orçamento de Kassab

Segundo o projeto, prefeito que foi eleito no domingo terá R$ 29,39 bilhões em verbas para aplicar

Agência Estado

28 de outubro de 2008 | 18h10

A Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara de São Paulo já está analisando o orçamento de 2009, primeiro ano do novo mandato do prefeito reeleito Gilberto Kassab  (DEM). O presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, Wadih Mutran (PP), entregou a peça orçamentária da Prefeitura ao relator designado, Milton Leite (DEM). Segundo o projeto, Kassab terá R$ 29,39 bilhões em verbas para aplicar.   Veja também:TV Estadão: Assista a análises e entrevistas Blog da Eleição: Confira os principais momentos da apuração   Mapa eleitoral do 2.º turno  PMDB leva maior número de prefeituras e será a 'noiva' de 2010 Kassab sai vitorioso e ficará mais 4 anos na Prefeitura de SPGaleria de fotos: 'O dia de Marta'Em disputa apertada, Paes vence Gabeira no Rio De acordo com a proposta, que ainda acolherá emendas dos vereadores, serão investidos R$ 5,88 bilhões em encargos gerais; R$ 5,09 bilhões em educação; R$ 4,5 bilhões em saúde; R$ 1,40 bilhões em transportes, e R$ 1,18 bilhões em habitação, entre outros.  O orçamento de 2009 terá R$ 4,11 bilhões a mais do que o deste ano, segundo a Câmara Municipal. Conforme o artigo 140 da Lei Orgânica do Município (LOM), o orçamento deve ser votado até 31 de dezembro. Caso contrário, vale a peça do ano anterior.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2008Gilberto KassabDEM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.