Câmara aprova Ficha Limpa para São Paulo

Com 44 votos favoráveis dos 55 vereadores - os outros 11 não participaram da votação - a Câmara de São Paulo aprovou ontem um projeto de lei que cria o Ficha Limpa no funcionalismo municipal. Não há previsão de segunda discussão antes de sanção pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD). A regra só deverá valer para futuras nomeações em cargos comissionados. Na avaliação dos líderes de bancada, a medida deverá reduzir, em ano eleitoral, o desgaste do Legislativo, que foi a instituição mais mal avaliada em recente pesquisa do Ibope e da Rede Nossa São Paulo.

O Estado de S.Paulo

29 de fevereiro de 2012 | 03h07

Com a Ficha Limpa em vigor, um dos atingidos seria o atual secretário de Participação e Parceria, Uebe Rezeck, ex-prefeito de Barretos, que tem contra si seis condenações judiciais - uma delas confirmada em segunda instância pelo Tribunal de Justiça de São Paulo./ DIEGO ZANCHETTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.