Cabral não vai ao Congresso nem para homenagem

Traumatizado com a ameaça de ter de depor à CPI do Cachoeira, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho (PMDB), quer distância do Congresso. Poupado do inquérito por deputados da base e da oposição, ele vai abrir mão até de homenagem.

Eduardo Bresciani, do estadão.com.br - Atualizada às 14h24

21 de junho de 2012 | 03h06

Cabral receberá da Câmara a Medalha do Mérito Legislativo. Para evitar ausências, a Casa mudou o protocolo criando pequenas cerimônias para atender à agenda dos homenageados. A data acertada para Cabral foi 4 de julho. A lista inclui Cauby Peixoto e Ângela Maria.

Segundo a assessoria de imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro, o governador Sergio Cabral não recebeu nenhum convite para o evento e não mandará nenhum representante em seu lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.