Flavio Bolsonaro/Twitter
Flavio Bolsonaro/Twitter

Bolsonaro retira sonda e começa a se alimentar por via oral

Candidato à Presidência pelo PSL mantém suas condições clínicas estáveis e que permanece em cuidados de Terapia Intensiva, sem febre e sem sinais de infecção

Márcio Rodrigues, O Estado de S.Paulo

11 Setembro 2018 | 11h03

O boletim médico de Jair Bolsonaro, divulgado nesta terça-feira, 11, pelo Hospital Albert Einstein, informa que do candidato à Presidência pelo PSL mantém suas condições clínicas estáveis e permanece em cuidados de Terapia Intensiva, sem febre e sem sinais de infecção.

No texto, assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo, Leandro Echenique e Miguel Cendoroglo, diz que, "em decorrência da melhora intestinal, a sonda nasogástrica foi retirada na manhã de hoje". "Será reiniciada alimentação oral e progredida de forma gradual conforme aceitação. Ela será feita concomitante à alimentação parental", finaliza o boletim médico.

Jair Bolsonaro foi esfaqueado na quinta-feira, 6, durante evento de campanha em Juiz de Fora (MG). O político está na UTI do hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde a sexta-feira, 7. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.