Reprodução Instagram
Reprodução Instagram

Bolsonaro recebe fora da agenda grupo de ruralistas envolvido em arrecadação de campanha

Reunião ocorre no Palácio do Planalto e tem entre os participantes os ministros Paulo Guedes e Tereza Cristina e o presidente do PL Valdemar Costa Neto

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

07 de março de 2022 | 19h20

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro (PL) recebeu nesta segunda-feira, dia 7, fora da agenda, no Palácio do Planalto, o grupo do agronegócio que se mobilizou para financiar sua campanha à reeleição. A atuação deles nos bastidores e a organização do encontro foram reveladas pelo Estadão.

Bolsonaro não os encontrou sozinho. Ele convidou os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Agricultura, Tereza Cristina, para o encontro numa sala do gabinete presidencial. Nela, também estava o presidente do PL, Valdemar Costa Neto - responsável pela estratégia de arrecadação de recursos da futura campanha.

O pecuarista de Ji-Paraná (RO) Bruno Scheid, apoiador do presidente que tem sido mais incisivo nos pedidos de dinheiro, segundo relato de empresários do setor, sentou-se ao lado do presidente.

O compromisso político não constava na agenda dos ministros. Além deles, Bolsonaro aparece em fotos ao lado do secretário da Pesca, Jorge Seif Jr, e do presidente do Sebrae, Carlos Melles.

O encontro ocorreu durante a tarde. Bolsonaro só tinha compromissos agendados até o almoço.

Questionado na semana passada se estava por trás de uma reunião com o grupo, com fins de apoio, inclusive financeiro, o chefe do Gabinete Pessoal de Bolsonaro, Célio Faria Junior, não negou a organização do encontro com nomes do agro, mas disse que “cabem ao partido político PL a estratégia de apoio e eventuais arrecadações de uma possível campanha”.

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Valdemar Costa Neto  e Flávio Bolsonaro não responderam aos questionamentos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.