DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Bolsonaro errou ‘bastante’ e pode ficar fora do 2º turno, diz Kassab

Presidente do PSD vê ‘desgaste’ do chefe do Executivo e afirma que manterá aposta em Pacheco na disputa pelo Planalto

Marcelo de Moraes, O Estado de S.Paulo

01 de janeiro de 2022 | 05h00

Conhecido por sua capacidade de antecipar cenários políticos, o presidente do PSD, Gilberto Kassab, não descarta a possibilidade de o presidente Jair Bolsonaro ficar fora do segundo turno da disputa de 2022. Para Kassab, que aposta no projeto de candidatura do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), Bolsonaro tem “errado bastante” e isso está ampliando seu desgaste político no eleitorado.

“Ele tem errado bastante. Tanto que tinha 60, 70% de aprovação e, hoje, tem 20%. Acho que ele tem uma chance grande de não ir para o segundo turno”, disse Kassab. “Veja o desgaste dele com a pandemia, com o número de desempregados. Não vejo chance de crescimento. Acho que o teto máximo dele é 22, 23%. E acredito que poderá cair mais.”

Ex-prefeito de São Paulo, Kassab cita como mais recente erro de Bolsonaro sua ausência na Bahia para acompanhar a situação dramática vivida no Estado por causa das fortes chuvas. Trata-se de uma tragédia que já matou pelo menos 24 pessoas e deixou milhares de pessoas desabrigadas.

“Agora, por exemplo, a população vê o presidente num jet ski enquanto a Bahia está lá, debaixo d’água”, criticou Kassab, que foi ministro das Comunicações no governo de Michel Temer e das Cidades na gestão de Dilma Rousseff. “Não estou dizendo que ele não deva ter férias. Mas acho que qualquer outro que fosse presidente teria interrompido as férias. É um gesto importante mostrar a solidariedade do governo. A boa política mostra que ele devia estar presente lá porque precisa dar o exemplo.”

Fichas

Apesar do cenário político em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera as pesquisas, seguido por Bolsonaro, Kassab garantiu que o PSD manterá suas fichas na candidatura de Rodrigo Pacheco. “Ele é uma pessoa inteligente, que tem experiência administrativa pública e privada. Tem liderança política, tem protagonismo, tem tribuna. O perfil dele é bom.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.