Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Bolsonaro diz que sonha com Malta para vice e nega defesa de intervenção

Presidenciável do PSL afirmou na Marcha Para Jesus que ainda tem esperança de o senador Magno Malta (PR-ES) estar em sua chapa

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

31 Maio 2018 | 19h22

SÃO PAULO - O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), pré-candidato à Presidência da República, disse que ainda sonha com o senador Magno Malta (PR-ES) como vice em uma chapa na disputa presidencial. Após participar da Marcha Para Jesus, em São Paulo, onde foi tanto vaiado como aplaudido, o parlamentar afirmou que tem mandando "cartinha de amor" para Malta.

+ Após fala de apóstolo, Bolsonaro diz que também é contra o ódio

"Já mandei cartinha de amor para ele", disse Bolsonaro, afirmando que o senador é seu "vice dos sonhos" também pelo fato de Magno Malta ser evangélico. O deputado destacou ainda que tem uma aproximação "enorme" com a bancada evangélica e que não existe a possibilidade de o empresário Josué Alencar, filiado ao mesmo partido que Malta, ser seu vice.

Após defender os caminhoneiros que participaram da greve da categoria e na sequência dizer que a paralisação precisaria acabar, o deputado reforçou que nunca defendeu uma intervenção militar, em referência à presença das Forças Armadas no fim da greve.

"Nunca falei a palavra intervenção militar. Se um dia um militar chegar ao poder, será através do voto", declarou, dizendo ser ele próprio um exemplo da possibilidade. 

Mais conteúdo sobre:
Jair Bolsonaro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.