Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

'Bolsonaro deverá ter base de mais de 300 parlamentares caso eleito', diz Onyx Lorenzoni

Um dos coordenadores da campanha do presidenciável do PSL, deputado afirma que a base duplicou com o apoio das bancadas evangélica, rural e da segurança

Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

09 Outubro 2018 | 17h54

BRASÍLIA – O deputado federal e um dos coordenadores da campanha de Jair Bolsonaro (PSL), Onyx Lorenzoni (DEM) está otimista em relação à base que um possível governo do capitão reformado poderá ter no Congresso. Segundo ele, o candidato do PSL teria uma base superior a 300 deputados, caso seja eleito. Em julho, Onyx afirmou que Bolsonaro teria uma base de 112 parlamentares, de diversos partidos de centro e direita, incluindo DEM, PSDB e MDB. Agora, ele afirma que essa base mais que duplicou para cerca de 350 com a formalização do apoio das bancadas evangélica, rural e da segurança.

Ele acredita que essa proporção deva se manter na próxima legislatura, principalmente devido à eleição dos 52 deputados do PSL.  “A conta está sendo feita. Estou indo na quinta para o Rio de Janeiro para fazer a projeção dos novos”, disse.

O deputado é um dos cotados a assumir posições de destaque em um governo de Bolsonaro, podendo ficar com a Casa Civil. "Eu vou cumprir o papel que o presidente me der. Se ele me disser, vá lá para Câmara, é o que eu vou ser", disse.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.