Bezerra não registra 1ª compra e paga terreno duas vezes

Em nota, o ministro afirmou ontem que foi "induzido a erro" ao usar recursos públicos na compra do mesmo terreno duas vezes quando era prefeito da Petrolina (PE). A primeira compra ocorreu em 1996, na primeira gestão de Bezerra, e a segunda, em 2001. Nas duas vezes o dinheiro teria beneficiado o empresário José Brandão Ramos.

O Estado de S.Paulo

10 de janeiro de 2012 | 03h05

O caso foi revelado pela Folha de S.Paulo. "Por equívocos na gestão subsequente, a primeira aquisição do imóvel deixou de ser registrada no Cadastro Imobiliário e no Registro Geral de Imóveis, não sendo, tampouco, lavrada a escritura de compra e venda. Esse foi o motivo pelo qual, em 2001, confiando nas informações oficiais, o município foi induzido a erro e adquiriu novamente o terreno Raso da Catarina", diz a nota. / RAFAEL MORAES MOURA e ANDREA JUBÉ VIANNA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.