Avião de candidata ao governo de MT desaparece na fronteira com Bolívia

Segundo a Polícia Civil, aeronave pode ter sido levada por traficantes; candidata não estava no avião, mas piloto e copiloto teriam sido sequestrados

Renato Jakitas, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2014 | 11h47

Uma aeronave que estava sendo utilizada pela candidata ao governo de Mato Groso Janete Riva (PSD) desapareceu na tarde de sábado, 20, do aeroporto municipal de Pontes e Larcerda, cidade localizada a cerca de 500 km de Cuiába.

Segundo a Polícia civil, o avião pode ter sido roubado por criminosos e levado para a Bolívia. O piloto e o copiloto do avião modelo King Air, prefixo ATY, também foram levados juntos. Já a candidata Janete Riva não estava na aeronave no momento do incidente.

O avião estava sendo utilizada na campanha da candidata e, por volta das 12h deste sábado, chegou a cidade de Pontes de Lacerda, onde a candidata tinha compromissos de campanha.

Às 13h a polícia foi informado do desaparecimento da aeronave, que não teve testemunhas.

Na manhã deste domingo, 21, o delegado regional de Pontes e Lacerda, José Emílio Gadioli, informou que a Polícia Civil manteve contato com a Polícia Boliviana, ainda no sábado. A hipótese é de que a aeronave tenha sido levada por narcotraficantes para o país vizinho.

"Temos contato direto com a polícia boliviana e enviamos uma equipe para lá. Esperamos o retorno dessa equipe com mais informações", disse o delegado.

Ainda segundo os policiais, a autonomia de combustível do avião daria para chegar até a cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, onde teria ponto de abastecimento.

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesMato GrossoAviãoSequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.