Avaliação do governo tem oscilação positiva, indica pesquisa

Levantamento do Ibope aponta ainda aumento no percentual de aprovam o jeito da presidente de governar e que confiam em Dilma

Ricardo Brito e Ricardo Della Coletta, O Estado de S. Paulo

12 de setembro de 2014 | 10h53

Brasília - Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira, 12, mostra uma melhora na avaliação do governo Dilma Rousseff dentro da margem de erro. A avaliação ótima ou boa da atual gestão oscilou de 36% para 38% em relação ao último levantamento, divulgado na semana passada. A avaliação regular do governo foi de 37% para 33%. A avaliação ruim ou péssima no período oscilou de 26% para 28%.

Além da avaliação da gestão da presidente, o levantamento também avaliou a aprovação da maneira de governar de Dilma. Neste quesito, a petista também apresentou melhora, com 48% dos entrevistados aprovando o jeito de governar da presidente e 45¨desaprovando. A última pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) que fez esta pergunta, de junho, registrava 50% de desaprovação para a presidente e 44% de aprovação.

O porcentual dos entrevistados que confiam na presidente é de 45% e os que não confiam somam 50%. Em junho, os índices eram, respectivamente, 41% e 52%.

A pesquisa Ibope contratada pela CNI entrevistou 2.002 eleitores em 144 municípios de todo o País entre os dias 5 e 8 de setembro. A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, em um nível de confiança estimado de 95%. Ou seja, se fossem feitas 100 pesquisas idênticas a esta, 95 deveriam apresentar resultados dentro da margem de erro. 

A pesquisa foi registrada na Justiça eleitoral com o número BR-00593/2014. O levantamento Ibope anterior, da semana passada, foi encomendado pelo Estado e pela Rede Globo. 

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    EleiçõesIbopeDilma Rousseff

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.