Atleta Zeferina é eleita vereadora em Sertãozinho-SP

A ex-bóia-fria e atleta Maria Zeferina Rodrigues Baldaia (PSDB), de 36 anos, foi eleita vereadora em Sertãozinho, na região de Ribeirão Preto, com a terceira maior votação (1.870 votos). Entusiasmada com a eleição, diz que já tem projetos para trabalhar para os jovens e as crianças, mas que pensará mais nisso a partir da posse, em janeiro. "Pedi o voto de confiança à população e os que votaram em mim foi pelo que fiz por Sertãozinho, já que nunca me envergonhei de dizer o nome dessa cidade, enquanto muitos que subiram na vida falavam que eram de Ribeirão Preto", comenta Maria Zeferina.O convite para entrar na política foi por acaso. Ela foi pedir patrocínio ao prefeito José Alberto Gimenes (PSDB), que sugeriu que ela se filiasse. Isso ocorreu em agosto de 2007 e a maratonista gostou da idéia. Garante que treinou em dobro durante a campanha. "Tive dificuldades e quero que a nova geração que vem por aí não passe pelo mesmo", diz a vereadora eleita, que teve a sua maior conquista como atleta a vitória na São Silvestre de 2001 (ainda foi terceira em 2002 e 2007). A "comemoração" pela vitória nas urnas será no domingo, na meia maratona mundial, no Rio de Janeiro. Nascida em Nova Módica (MG), Zeferina mora desde os dois anos em Sertãozinho. Ela trabalhou nas colheitas de cana, amendoim e algodão, além carpir. "Meu objetivo (como vereadora) é muito maior agora."JardinópolisA população de Jardinópolis, na região de Ribeirão Preto, mostrou sua insatisfação com os políticos locais. O prefeito Mario Reis (PP) não conseguiu se reeleger e a Câmara foi totalmente renovada para a próxima gestão. "É a vontade popular", disse o vereador mais votado, João Ciro Marconi (PRP), que teve 631 votos. "Isso demonstrou o anseio de toda a sociedade", comentou o prefeito eleito José Antonio Jamomini (PPS), que cita como o seu maior cabo eleitoral as propagandas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Reis teve problemas com a Câmara, que recusou vários projetos. "Acho que é uma tendência de mudança; claro que a tivemos falhas, mas Jardinópolis estava um caos quando eu assumi", disse Reis. Para ele, a candidatura do ex-prefeito José Amauri Pegoraro (PTB), enfim impugnada na reta final, o atrapalhou. "Ele (Pegoraro) incutiu na cabeça da população que minha administração não foi boa."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.