Reprodução Facebook
Reprodução Facebook

Astronauta diz que aceitou convite de Bolsonaro para ser ministro da Ciência e Tecnologia

Primeiro brasileiro a ir para o espaço, Marcos Pontes confirma que fará parte do novo governo e revela que pretende ficar os quatro anos na pasta

Daniel Galvão, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2018 | 16h57

Primeiro brasileiro a ir para o espaço, o astronauta Marcos Pontes confirmou nesta terça-feira, 30, que aceitou o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para ser o ministro da Ciência e Tecnologia. Pontes fez a declaração em entrevista ao telejornal Bom Dia, RN, da Inter TV, afiliada da Rede Globo de Televisão no Rio Grande do Norte.

"Fui convidado e já aceitei, convite está aceito", afirmou. Ele revelou, no entanto, que já havia aceitado o convite "há algum tempo". Pontes disse que, quando iria se candidatar a senador, foi convidado por Bolsonaro para ser ministro. Com isso, declarou, decidiu se candidatar a segundo suplente de senador na chapa do hoje senador eleito Major Olimpio (PSL-SP).

"Eu assumo o ministério, fico os quatro anos e depois, eventualmente, posso entrar no Senado para continuar o trabalho dentro do Congresso", disse. Assumir uma cadeira no Senado, no entanto, dependeria da saída ou licença de Major Olímpio da vaga de titular. 

Na internet

Ontem, o astronauta já tratava sua nomeação ao ministério de Ciência e Tecnologia como certeza. Na sua página no Facebook, ele disse que está muito feliz de ter a oportunidade de participar do governo e que agora “só falta o anúncio oficial” de sua indicação.

A gravação foi feita depois que ele deixou a casa do presidente eleito, no Rio de Janeiro. “Tem falado sempre no meu nome mais ou menos como Posto Ipiranga de Ciência e Tecnologia e agora só falta o anúncio oficial, realmente, da minha indicação pra ministro de Ciência e Tecnologia”, disse o astronauta, emendando que Bauru nunca teve um conterrâneo comandando a Pasta e que será “muito especial” para a região e o País.

“Estou muito feliz de ter participado não só da campanha, mas de ter a oportunidade de participar não só desse novo governo, em uma área que tem sido minha vida por 41 anos”, completou no vídeo de um minuto e meio.

Primeiro brasileiro a ir para o espaço, Pontes se engajou na campanha de Bolsonaro neste ano e já foi citado para assumir a Pasta, mas sem nenhuma confirmação ainda.

 

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.