Aspargo e chocolate levam Marina ao pronto-socorro

A ex-ministra Marina Silva (PSB) foi hospitalizada na madrugada desta segunda-feira, 7, em Brasília após uma crise de alergia respiratória. Ela foi medicada e liberada poucas horas depois.

O Estado de S.Paulo

08 de outubro de 2013 | 02h12

Marina gosta de sopa de aspargos e, ao preparar em casa o prato na noite de domingo, não observou que havia na pia restos de chocolate, alimento ao qual é alérgica. A ex-ministra foi levada então ao pronto-socorro.

Com uma saúde frágil, Marina tem um histórico de alergias e doenças, o que a obriga a ter uma alimentação restritiva, sem leite, ovos, soja e derivados, além de peixe de água salgada e frutos do mar.

Na adolescência no Acre, Marina Silva contraiu malária, teve hepatite e leishmaniose. Também foi vítima de contaminação por mercúrio, chumbo e ferro. Na campanha presidencial de 2010, a alergia a obrigava a usar maquiagem especial - o batom, por exemplo, era improvisado com sumo de beterraba.

Mais conteúdo sobre:
MarinaMarina Silvaalergia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.