GABRIELA BILÓ/ESTADÃO
GABRIELA BILÓ/ESTADÃO

As 80 promessas de João Doria ao governo de SP

Segurança pública representa um quarto das propostas feitas pelo governador eleito aos eleitores de São Paulo durante a campanha

Fabio Leite, O Estado de S. Paulo

05 Novembro 2018 | 15h21

SÃO PAULO - Durante 73 dias de campanha eleitoral ao governo de São Paulo, o governador eleito, João Doria (PSDB), fez ao menos 80 promessas aos eleitores paulistas, entre obras, programas e ações que pretende executar no Estado a partir de janeiro de 2019, quando ele assume o Palácio dos Bandeirantes

Um quarto das propostas (20) está concentrada na área da Segurança Pública, carro-chefe da campanha tucana. As principais são a implantação de 17 batalhões especiais da Polícia Militar (Baeps), como 300 policiais da Força Tática cada um, e dez departamentos estaduais de investigação criminal (Deics) regionais. 

As promessas levantadas pelo Estado foram feitas por Doria durante debates, entrevistas, propaganda eleitoral no rádio e na TV e nas redes sociais do ex-prefeito da capital.  Saúde e transporte rodoviário, com 11 promessas cada, também foram priorizadas pelo tucano, como a abertura de 20 novos hospitais regionais, e a extensão da Rodovia Carvalho Pinto até a cidade de Aparecida. 

Algumas das propostas, como reduzir a tarifa de pedágios, construir a ponte entre Santos e Guarujá e o monotrilho da Linha 18-Bronze já tinham sido feitas pelo ex-governador Geraldo Alckmin nas campanhas de 2010 e 2014 e não foram cumpridas. Agora, o tucano terá 1.461 dias para executá-las caso fique até o final do seu mandato, em 31 de dezembro de 2022.

Veja abaixo todas as promessas feitas por João Doria durante a campanha ao governo de São Paulo.

 

AGRICULTURA

Evitar invasões no campo

Criar o Poupatempo Rural

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Implantar Centros de Abrigo Temporário (CTAs) para moradores de rua pelo Estado

Expandir o número de unidades do Bom Prato e oferecer refeições à noite e aos finais de semana 

DESESTATIZAÇÃO

Privatizar o programa de dragagem do Porto de Santos

Conceder a operação das balsas à iniciativa privada

Privatizar todos os aeroportos estaduais

Privatizar a Hidrovia Tietê-Paraná

Privatizar o Porto de São Sebastião

Conceder presídios à iniciativa privada por meio de PPP

EDUCAÇÃO

Implantar 1.200 creches nos municípios paulistas

Fazer exame médico nos primeiros dias de aula da primeira infância (Dia D)

Ampliar o Ensino em Tempo Integral

Implantar tecnologia e wi-fi nas escolas

Oferecer uniformes de inverno e verão aos alunos

Expandir as vagas e cursos nas ETECs e FATECs

Aperfeiçoar o programa de meritocracia e a capacitação dos professores

GESTÃO

Abrir 30 novas unidades do Poupatempo

Reduzir impostos, com desonerações por setores da economia paulista

Dobrar os repasses estaduais para a Baixada Santista

Não alterar a previdência dos servidores estaduais 

Doar todos os salários

HABITAÇÃO

Construir 140 mil novas unidades habitacionais por meio de PPP

Ampliar o programa de regularização fundiária em todo o Estado

Urbanizar favelas em bairros de Cubatão

MEIO AMBIENTE / SANEAMENTO

Despoluir os rios Tietê e Pinheiros em 8 anos por meio de PPP

Continuar obras para conectar reservatórios e interligar bacias hidrográficas

Capitalizar a Sabesp para que ele passe a fazer coleta de resíduos sólidos

Ampliar os índices de coleta e tratamento de esgoto da Sabesp

SAÚDE

Implantar 20 novos hospitais regionais

Construir 20 AMEs (Ambulatórios Médico Especialidades)

Abrir 15 novas unidades da Rede Hebe Camargo (combate ao câncer)

Construir 6 novas unidades da Rede Lucy Montoro (reabilitação física)

Transformar 88 UBS em Hospitais Essenciais

Abrir 10 novos hospitais veterinários

Dar apoio financeiro às Santas Casas e unidades filantrópicas de saúde 

Levar o programa Remédio Rápido para todo o Estado

Fazer o prontuário eletrônico/agendamento de consulta por aplicativo

Promover o programa Dr. Saúde, com carretas para realizar exames de mamografia e oftalmologia

Implantar o Corujão da Saúde para reduzir a fila de exames na rede estadual

SEGURANÇA

Abrir 17 Batalhões Especiais com 300 PMs da Força Tática cada

Abrir 10 Departamentos Estaduais de Investigação Criminal (DEICs) Regionais

Contratar 13 mil novos policiais militares

Contratar 8 mil novos policiais civis

Integrar as polícias Civil e Militar

Comprar novas armas para as polícias

Comprar veículos semi-blindados para a PM

Reajustar os salários dos policiais civis, militares, técnico-científica e bombeiros

Reestruturar salários de tenentes e sargentos

Levar bases comunitárias móveis da PM para todos os 645 municípios (200 novas bases)

Criar a dronepol, polícia com drone

Reformar quartéis e delegacias

Abrir delegacias 24 horas por dia

Abrir 40 novas delegacias da mulher

Criar o aplicativo de segurança da mulher

Fazer com todos os presos trabalhem nos presídios

Atuar no Congresso para acabar com a saidinha temporária de presos

Barrar a entrada de celulares nos presídios

Levar programa de monitoramento de câmeras para todas as regiões do Estado

Levar padrão poupatempo às delegacias

TRABALHO

Criar o programa Trabalho Novo nos Estados, em parceria com a iniciativa privada

Reduzir tempo de abertura e fechamento de empresas de 100 para 3 dias

Criar o programa Empreenda Fácil, com estímulo para novos negócios

TRANSPORTES METROPOLITANOS

Concluir as linhas do Metrô em construção (4-Amarela, 5-Lilás, 6-Laranja, 15-Prata, 17-Ouro)

Construir a Linha 18-Bronze (capital-ABC)

Construir o Trem Intercidades, ligando São Paulo às regiões de Campinas, Sorocaba, São José dos Campos e Baixada Santista

Expandir o Metrô até Jardim Ângela e Parelheiros

Dar padrão de Metrô aos trens da CPTM, com ar-condicionado e wi-fi

Construir o Ferroanel Norte

TRANSPORTE RODOVIÁRIO

Construir a Ponte Santos-Guarujá

Concluir o Rodoanel Norte

Extender a Rodovia Carvalho Pinto até Aparecida

Fazer passagens subterrâneas pela Rodovia Rio-Santos em Bertioga

Fazer melhorias no acesso ao Porto de Santos

Duplicar a Rodovia SP-258 em Itapeva

Reduzir a tarifa de pedágio nas novas concessões

Ampliar Sistema Ponto a Ponto nas estradas (cobrança por trecho percorrido)

Implantar tarifa flexível, com preços mais baratos fora do horário de pico

Fazer alça de acesso ao Rodoanel em Suzano

Fazer alça de acesso à Rodovia Castello Branco em Osasco

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.