Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Artistas e intelectuais lançam manifesto de apoio a Dilma

Documento publicado na internet foi assinado por 69 pessoas, incluindo o músico Chico Buarque e o teólogo Leonardo Boff

Stefânia Akel, O Estado de S. Paulo

15 de setembro de 2014 | 16h49


São Paulo - Artistas e intelectuais assinaram um manifesto de defesa à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), dizendo que "nunca o Brasil havia vivido um processo tão profundo e prolongado de mudança e de justiça social, reconhecendo e assegurando os direitos daqueles que sempre foram abandonados". 

Com o título "Primavera dos Direitos de Todos; Ganhar para Avançar", o manifesto, publicado no site manifesto.dilma.com.br, é assinado por 69 nomes, incluindo Alcione, Angela Vieira, Chico Buarque, Claude Troigros, Hugo Carvana, Leonardo Boff e Paulo Betti.

"Os brasileiros decidem agora se o caminho em que o País está desde 2003 é positivo e deve ser mantido, melhorado e aprofundado, ou se devemos voltar ao Brasil de antes - o do desemprego, da entrega, da pobreza e da humilhação", diz o manifesto.

Segundo o texto, abandonar o caminho de consolidar o atual processo de transformação para retomar "fórmulas econômicas que protegem os privilegiados de sempre seria um enorme retrocesso". Mesmo assim, o manifesto admite a necessidade de mudanças, como a reformulação das políticas de segurança pública e de mobilidade urbana, além de transformações na educação, saúde e agricultura e uma reforma política.

"Mas precisa mudar avançando e não recuando. Necessita fortalecer e não enfraquecer o combate às desigualdades", diz o texto. "O caminho iniciado por Lula e continuado por Dilma é o da primavera de todos os brasileiros. Por isso apoiamos Dilma Rousseff."

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçãoDilma Rousseffmanifesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.