Arrumar novo emprego, o desafio de Francenildo

Na véspera do Dia Internacional de Combate à Corrupção o ex-caseiro que denunciou o ex-ministro Antonio Palocci fez ontem um desabafo em entrevista ao portal do Estado. Francenildo Santos Costa reclama da dificuldade que tem tido para arrumar emprego fixo nestes últimos cinco anos e meio. "Só porque falei a verdade eu vou ser prejudicado pelo resto da vida?".

EDUARDO BRESCIANI / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2011 | 03h05

Francenildo vive de bicos como jardineiro e fazendo limpezas de piscina. Aconselhado pelo advogado Wlicio Nascimento, retomou os estudos. Ele aguarda a conclusão de um processo em que pede indenização pela violação de seu sigilo bancário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.