Arruda deixou sigla em 2009

Recentemente, outro caso envolvendo a Polícia Federal abalou o DEM. Em 2009, o então governador do DF, José Roberto Arruda (hoje sem partido), também foi alvo de uma operação da PF. Arruda foi flagrado em vídeo recebendo dinheiro do ex-secretário de Relações Institucionais Durval Barbosa no esquema que ficou conhecido como "mensalão do DEM". Arruda também tentou resistir, mas não aguentou a pressão e no dia 10 de dezembro de 2009 se antecipou à possível expulsão do partido e decidiu se desfiliar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.