Armando Monteiro seria eleito no 1º turno em Pernambuco

Candidato do PTB tem 47% das intenções de voto, seguido por Paulo Câmara (13%), afilhado político de Eduardo Campos

Stefânia Akel, Agência Estado

15 de agosto de 2014 | 10h16

São Paulo - O senador Armando Monteiro Neto (PTB) aparece com 47% das intenções de voto para o governo de Pernambuco na pesquisa Datafolha divulgada nessa quinta-feira, 14, e seria eleito no primeiro turno se as eleições fossem hoje. Em segundo lugar está Paulo Câmara (PSB), com 13%. Ele era afilhado político de Eduardo Campos, que morreu na quarta-feira em um acidente aéreo em Santos (SP).

Zé Gomes (PSOL) aparece em terceiro, com 2%. Jair Pedro (PSTU), Pantaleão (PCO) e Miguel Anacleto (PCB) têm 1% cada um. Brancos e nulos somaram 15% e outros 19% não sabem ou não opinaram.

Segundo o mesmo levantamento, Câmara tem a maior taxa de rejeição (17%), seguido por Monteiro, com 9%. A pesquisa também aferiu a avaliação do governo de João Lyra Neto (PSB). Para 24% dos entrevistados, a administração do governador é considerada "boa ou ótima", enquanto outros 39% a avaliam como "regular" e, para 12%, o governo é avaliado como "ruim ou péssimo".

O Datafolha ouviu 1.198 eleitores em 42 municípios de Pernambuco entre terça-feira, 12, e quarta-feira, 13. A pesquisa tem margem de erro de três pontos porcentuais para mais ou para menos. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo PE-00017/2014.

Mais conteúdo sobre:
eleiçõesPernambuco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.