Após pesquisas, candidatos em SP fazem corpo-a-corpo

Após a divulgação dos resultados das pesquisas Ibope e Datafolha ontem, os candidatos à Prefeitura de São Paulo Marta Suplicy (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB) tiveram um dia cheio de compromissos de campanha em busca da preferência dos eleitores. Já o atual prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM), comemorou o crescimento que obteve em ambas as pesquisa e limitou-se a apenas uma visita à zona norte da cidade. Na pesquisa Datafolha, Marta lidera com 37% das intenções de voto, seguida por Kassab, com 21%, e Alckmin, com 20%. Pela pesquisa Ibope, Marta tem 35%, seguida por Alckmin e Kassab, empatados com 21%.O candidato da coligação "São Paulo, na Melhor Direção" (PSDB-PTB-PHS-PSL-PSDC), que participou de um mutirão em Cidade Ademar, zona sul da capital, visitou idosos no bairro e almoçou com o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Moreno, minimizou o resultado das pesquisas que mostram empate com Kassab e sustentou que sua candidatura mostra estabilidade. "Foi a semana mais difícil, com mudança na comunicação", disse Alckmin, referindo-se à saída do marqueteiro Lucas Pacheco, que deixou sua campanha na terça-feira para dar lugar a Raul Cruz Lima. "A pesquisa mostra estabilidade. As mudanças estão na margem e continuamos em segundo lugar", acrescentou.Kassab, por outro lado, teve apenas um compromisso de campanha - visitou o Parque do Trote, na Vila Maria, na manhã de hoje. Em ascensão nas intenções de voto nas pesquisas Ibope e Datafolha, o candidato da coligação "São Paulo no Rumo Certo" (DEM-PR-PMDB-PRP-PV-PSC) comemorou os resultados e os altos índices de aprovação da sua gestão - 50% de ótimo ou bom, na última pesquisa Datafolha, quinto recorde consecutivo na avaliação. Além disso, não deixou de agradecer aos tucanos e ao governador de São Paulo, José Serra (PSDB), que se mantém afastado de Alckmin, apesar de oficialmente apoiar a candidatura do ex-governador. "Divido essa alegria com a excelente equipe que tenho, que nos fez chegar a essa avaliação, e também com o governador José Serra", declarou.Apesar da queda nas intenções de voto, a candidata da coligação "Uma Nova Atitude para São Paulo" (PT-PCdoB-PDT-PTN-PRB-PSB) era só sorriso na divisa entre São Paulo, Santo André e Mauá. Marta, que continua a liderar as pesquisas Ibope e Datafolha, dançou e segurou crianças no colo de cima de um caminhão. "Eu sempre disse que é uma disputa acirrada na cidade, sempre acreditei que fosse ter segundo turno. Fico feliz de a minha posição estar muito consolidada e estou tranqüila", observou.Corpo-a-corpoIvan Valente, da coligação "Alternativa de Esquerda para São Paulo" (PSOL-PSTU), fez carreata em Cidade Ademar, na zona sul da cidade, e acabou encontrando Alckmin, que cumpria agenda no mesmo local. À noite, acontece um jantar para arrecadar fundos para sua campanha. Todos os 170 convites foram vendidos antecipadamente.A candidata do PPS, Soninha Francine, visitou moradores do Itaim Paulista, zona leste, pela manhã e participou de encontros com candidatos a vereadores de seu partido. A assessoria da candidata comemorou o crescimento nas intenções de voto registrado pelo Datafolha. Soninha está com 4% das intenções - em julho ela tinha apenas 1%. Pela manhã, o candidato do PP, Paulo Maluf, participou de uma carreata no Jardim Ângela, na zona sul da cidade, e reuniu-se com assessores para discutir o plano de governo.O candidato do PTC, Ciro Moura, encontrou-se com apoiadores no Clube Tietê, almoçou com militares do Exército. À noite, o candidato da coligação "Tostão contra o Milhão" (PTC-PTdoB) participa de um jantar para arrecadação de recursos para candidatos a vereador. O candidato do PCB, Edmilson Costa, reuniu-se na Universidade de São Paulo (USP) com apoiadores dos cursos de Biologia e Ciências Sociais e gravou programa eleitoral para a campanha.O candidato Levy Fidelix (PRTB) fez carreata na zona leste, pelos bairros Vila Carrão e Aricanduva. O candidato Renato Reichmann (PMN) visitou o Jardim Ângela, Represa Guarapiranga e outros bairros da zona sul com candidatos a vereador de seu partido. A candidata Anaí Caproni (PCO) foi procurada pela reportagem, mas não foi localizada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.